sábado, 8 de julho de 2006

Ela queria que ele chegasse agora

Ela queria que ele chegasse agora, sem que nada lhe dissesse.(As palavras não aquecem as noites).
Ela queria que ele a olhasse e só. Daquele jeito, com aquele brilho e tremor. Como se ela fosse a mulher mais mulher desse mundo.
Ela queria um beijo com força e paixão. Que calasse seu grito, seu choro, seu corpo. Ela queria que ele a segurasse forte as mãos, os braços, a cintura. E apertasse até doer.
Ela queria que ele chegasse agora! E enrolasse os dedos finos em seus cabelos, até acalmar sua alma, descansando sua cabeça em seu peito.
Ela queria que ele chegasse agora na beira da sua cama. Sussurasse para acorda-la, despertando sua paixão matinal. E fizesse uma festa quando seus olhos se abrissem, esfregando a ponta do nariz na sua bochecha.
Ele tinha que chegar agora! Ele tinha o beijo carnudo, olhar doce e mãos finas. Ela não tem mais. Só um par de olhos acizentados, ameaçando chuva.

2 comentários:

Francini Barbosa disse...

Oi Mi!

Nossa, que bonito...
Quanto aos nossos momentos, não sei, acho que são diferentes...A minha paixão ainda está adormecida, estou até tentando fugir dela...

Bjocas!

Judson disse...

Milena,

Entra em contato comigo URGENTE!!!

No cel.

Judson