segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Eu, você, nós dois, já temos um passado pra lembrar

"Eu, você, nós dois

Já temos um passado, meu amor

Um violão guardado, aquela flor

E outras mumunhas mais

Eu, você, João

Girando na vitrola sem parar

E o mundo dissonante que nós dois

Tentamos inventar"


Naquele dia, na rodoviária, era para eu ter largado sua mão, batido a porta do carro e não ter olhado pra trás. Era isso que uma pessoa normal deveria fazer, mas eu não sou normal. Nem você. E ninguém deve entender a gente. Um jeito estranho que não gosta de sofrer de vez, prefere sofrer aos pouquinhos, uma dor nova a cada dia. Somos bem covardes. Temos um medo danado do repentino, do futuro e de caminhar sozinho. Eu não consegui largar tua mão, deixar de ouvir sua voz, e não me preocupar com você, deixar você virar passado. Eu nunca consegui fazer isso. A gente prefere largar as mãos aos pouquinhos, afastando dedinho por dedinho. O problema é que um dia vai ter que largar de vez, a última pontinha do dedo vai soltar. Ai, e como isso dói. Como está dificil saber que você comprou passagem para o meu passado (mesmo que tardiamente). Vou ter de me despedir. Sabe, tem uma coisa que eu cochicho para mim "Será eterno" - com todos os nossos fracassos, mas será. Nada passa e a gente vai guardar o melhor e o pior de nós. Ainda bem que não passa. Senão não valeria a pena.



Em seu futuro, não vá se perder e não me perca em sua memória. Também não deixe nada te fazer infeliz, nem eu.

O nosso passado foi bom. E o futuro também será. A gente merece.

4 comentários:

Fábio disse...

O melhor post da história do blog. Cinco pitacos. Cinco estrelas. Lindo.

Lena disse...

Q é isso? O comentário mais rápido da história. Eu ainda tava editando

Adriana Tintori disse...

Lena,
Adorei esse post.
Você escreveu tudo o que eu queria escrever para meu ex-namorado, mas não encontrava as palavras, rsrsrsrs.
Gostei bastante do seu blog e coloquei um link no meu.
Beijo,
Adriana

Elisa Lis disse...

mtoo singelo,

me identifiquei mto!

Até com o quadro do Klimt :)