terça-feira, 7 de julho de 2009

Flip 2009



Mais uma vez, fui à Flip. E como é bom!

As noites de julho em Paraty são frescas, a Lua é sempre cheia durante o evento, e contrariando o Climatempo, faz sol. Daí, a gente foge para a nossa ilha secreta.


Não poderia haver melhor cidade para sediar o principal evento de literatura do país. O lugar é mágico, é minha Passagarda. Não há carros, nem pressa, e as construções remetem a um tempo de delicadeza, ou a cenário de livro.


E após alguns dias perambulando pelas ruas de pedras, cheias de pessoas apaixonadas pelas letras, e ouvindo palavras encantadas de grandes autores, sinto-me a alguns passos do chão.

Paraty, minha Passagarda
A nossa ilha secreta

3 comentários:

Fábio disse...

Ô, delícia! Já virou freguesa de carteirinha, né? Eu tenho muita vontade de ir, mas gosto mais de Paraty mais tranquila, sem carros E SEM PESSOAS também, hehehe. ;)

E o Chico? E o Gay Talese???

Fábio disse...

Em tempo (agora é vingança, só para te fazer inveja): vou ao Rio no feriadão para ver o show do Rei no Maracaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! :)

Lena disse...

Mta inveja!!!